sexta-feira, 25 de julho de 2008

"Sol"

Dias longos de tempestade...
Em que a tristeza invade,
E não me permite alcançar a superfície.
Quando parece muito tarde,
Pra tentar sair dessa imundície...
De todo esse desprezo por mim mesma,
O sol parece me ver por entre nuvens...
Me aquece e parece me dizer para não desistir!
E então busco forças pra me reerguir!
Por mais que tudo pareça ser areia movediça...
E ser em vão todo meu esforço,
O seu brilho me traz esperança...
Minha força se dispõe como a pureza de uma criança.
A tempestade parece, então, terminar...
O sol continua a brilhar...
E mesmo com o anoitecer, eu sei que existe o amanhã.
Eu dormirei em paz, e de manhã o seu brilho me iluminará mais uma vez.
Não estou sozinha mais, em momentos tão escuros, você é a esperança que em luz se fez.

por: Lindsey Soren

*Poesia dedicada à Danyllo Gonzalez*

3 comentários:

danyllo disse...

quem sabe um dia eu nao entendo neh? =X

'=)

Spinin'iga from Xantera disse...

nossa Oo quase chorei ! OMG

que lindo aiuhasuihasuihui

danyllo disse...

Hhhmmm... Oi.

Ainda que não vá ler isso... Não some, tá? =/